Onde é Obrigatório o Seguro Viagem?

Tratado de Schengen, também conhecido como Acordo ou Espaço de Schengen, é um acordo que foi assinado em 1985 e estabelece regras específicas aos turistas que pretendem visitar alguns países do continente Europeu. Ele estabelece a livre circulação para visitantes e obriga a contratação de Seguro Viagem para os Turistas. Ou seja, não é necessário solicitar vistos para cada país visitado, após entrar em um você consegue transitar em todos os outros como turista.

Uma das regras deste acordo é  a obrigatoriedade da contratação de um seguro viagem no valor mínimo de € 30.000 euros para todos os turistas. O objetivo dessa regra é garantir que o visitante possa pagar as possíveis despesas médicas surgidas durante a viagem, inclusive em caso de óbito.

Lista dos países participantes:

 

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Suécia
  • Suíça
  • Liechtenstein
  • Chipre

Vale ressaltar que alguns países da Europa não participam do Tratado. Atualmente são o Reino Unido, Irlanda, Croácia, Romênia e Bulgária.

 

O espaço Schengen é uma área com uma política comum de abertura de fronteiras. Ou seja, não há necessidade de apresentação de vistos e passaportes para cruzar a fronteira entre os países membros. É importante ressaltar que apesar de muitos países da União Europeia pertencerem também ao Tratado de Schengen, os países membros da UE não são os mesmos do Tratado de Schengen.  Por exemplo, a Islândia, Noruega e a Suíça não fazem parte da UE, mas fazem parte do Tratado de Schengen.

Países que não pertecem ao Espaço Schengen e o seguro viagem é obrigatório:

Os países Cuba e Venezuela também exigem seguro de viagem com cobertura para despesas médicas: para a Venezuela o plano deve ter a cobertura mínima de US$40.000. Cuba não exige um valor, mas recomenda-se uma cobertura mínima de US$ 10.000, pois o peso cubano cambiável (CUC), moeda destinada ao turismo, tem seu valor alinhado ao do dólar.

A partir de maio de 2018 o seguro viagem com cobertura para despesas médicas sem valor definido também será exigido no Equador.